Qualidade e Segurança

Gestão da Qualidade

A Qualidade é um elemento diferenciador que vem contribuir e estimular de forma efetiva para a melhoria dos processos e prestação da assistência à saúde.

A política de gestão da qualidade do CEAC Zona Leste tem o objetivo de avaliar, medir e readaptar sistematicamente os processos, de forma a garantir a melhoria contínua e segurança à assistência prestada.

Desde sua inauguração, o CEAC Zona Leste busca a excelência na prestação dos serviços. Para tanto, é gerenciado por meio de normas, procedimentos e protocolos padronizados, que agregam segurança, agilidade e eficiência ao atendimento. Novos protocolos são implantados aos  serviços,  constantemente, sempre em sintonia com as melhores práticas. Os resultados são monitorados por meio de indicadores de qualidade específicos para cada especialidade.

 

Gestão de Segurança

A gestão dos riscos passa pela normatização preventiva, corretiva e contingente; partindo da política institucional, com os riscos identificados, mapeados e monitorados com foco nos processos de trabalho (assistenciais, administrativos e de apoio) e na contínua redução de danos e perdas.

Gerenciar os riscos compreende a identificação, análise e prevenção dos riscos clínicos e não clínicos.

Objetivos do Gerenciamento de Riscos:

– Minimizar o risco do processo assistencial aos pacientes, familiares, colaboradores;

– Promover um impacto positivo no cuidado dos pacientes e prevenir os eventos sentinela, fortalecendo a cultura da segurança; 

– Estimular a análise de falhas e erros decorrentes da prática assistencial focados na análise dos processos, identificando oportunidades de melhorias.

Práticas de Segurança no Laboratório:

– Definição de protocolos clínicos, garantindo a eliminação de intervenções desnecessárias e respeitando as diferenças e necessidades dos pacientes;

– Campanhas permanentes de higienização das mãos;

– Fluxo de atendimento de exames de urgências; eMedidas de prevenção são tomadas para garantir a segurança por meio implantação de boas práticas de segurança ao paciente, baseadas nas diretrizes nacionais e internacionais.